Bye bye Windows bye bye

Aviso aos navegantes, este post é um bocado técnico.

Os servidores do Credit Suisse usam, em sua grande maioria, o sistema operacional Solaris. Trata-se de um sistema operacional UNIX oferecido pela Sun em muitos de seus servidores. Em minha vida “hacker” tive muito pouco contato com Solaris. Por isto resolvi que eu devia montar um “laboratório” com Solaris em casa para poder ir ganhando experiência.

Conversei rapidamente com masta cuqui que recomendou o uso de virtualização (rodar mais que um sistema operacional na mesma máquina) com Xen. Mandei bala e comecei a pedalar o tal xen. Consegui instalá-lo com sucesso, iniciei a máquina com linux+xen e tava tudo belezinha (exeto o driver da NVida claro).

Chegou então a hora de tentar rodar um guest OS (sistema operacional “visitante”). Eu optei pelo mais dificil, queria rodar o Windows XP que já estava instalado no meu notebook. Estudando a documentação notei que vários autores diziam que era bem provável eu perder o windows que já estava instalado. Resolvi então fazer uma cópia da partição onde o windows estava instalado e trabalhar nela, se funcionasse eu fazia o mesmo procedimento na original.

Fazer uma cópia de partição é um processo relativamente simples contudo, eu tinha uma partição de 20G que só tinha 8G em uso, então queria fazer uma cópia sem incluir os blocos “vazios”. Descobri um pacote chamado ntfsprogs que oferecia uma ferramenta ntfsclone que fazia exatamente o que eu queria.

Olhei rápidamente a documentação do ntfsclone que dizia:

EXAMPLES
Clone NTFS on /dev/hda1 to /dev/hdc1:
ntfsclone --overwrite /dev/hdc1 /dev/hda1

Meu windows estava instalado na partição “/dev/sda2″ e eu criei uma partição do LVM “/dev/noe/w2k” onde faria a cópia. Sem dó mandei:

ntfsclone --overwrite /dev/sda2 /dev/noe/w2k

Executei novamente o ntfsclone e desta vez funcionou! Ele disse: “Successfuly cloned 63 megabytes of data”. Levou uns 2 minutos até eu perceber a kabaçada que eu tinha feito. Quando percebi, sem exagero, dei um pulo na cadeira. Eu tinha copiado uma partição vazia em cima da partição onde estava instalado meu windows (que veio instalado bunitinho pela Dell e que eu tive um baita trabalho para não perder quando instalei o linux).

Me dei conta que não havia nenhuma maneira para corrigir a burrada, e resolvi então tentar fazer o driver da nvidia funcionar. Comecei a busca por documentação na web e me deparei com esta discussão em um fórum na web onde o próprio masta cuqui tinha sua participação.

Em suma, perdi meu windows e ainda não consegui rodar o modo gráfico no Xen.

Beijos não janelísticos!

Comments

  1. midushi wrote:

    Hehehe, eu tenho uma outra versão para o ocorrido! O seu subconsciente estava morrendo de medo de eu chegar aí e me deparar VÁRIAS tardes sozinha com o seu Dell e aí entrou em modo de alerta máximo, resultando nessa medida preventiva…
    Beijos
    Meirelles

  2. toto2 wrote:

    Definitivamente vc deveria pegar parte do seu blog p/criar um “Guia Prático de Dificuldades AVANÇADAS que nem Pascal Imaginaria”.
    Tudo bem q só 1/5′000′000′000 das pessoas entenderiam o prefácio e q ½ das mesmas é q entenderiam o restante, mas se as coisas andarem dessa forma tenho certeza q vc ajudará a organizar grande parte d um mundo cada vez mais globalizado.
    Ah! Vc tb bateria o recorde do livro com maior glossário…

  3. susibudi wrote:

    Krico, te ofereço, emprestado, um “Genuine Windows” limpíssimo, de graça, para o seu notebook.

  4. midushi wrote:

    Nossa Suntis, essa noite já está 1º C mais fria que a passada. Tem que colocar o casaquinho mesmo pra fumar, hehehe!
    Beijos
    Miris

  5. mika wrote:

    ae cabeçuuuuuuuudoooooooooooooooooo

    vai vai…..e agora???
    chama o super pinguim!

Post a Comment

You must be logged in to post a comment.